quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

PEDAGOGIA AFETIVA. FELIZ 2011

Pedagogia Afetiva

A Pedagogia Afetiva propõe a Educação voltada para o ser humano em suas caracteríscas de ser dotado de corpo, razão, e emoção. 
Não se deve enfatizar apenas o desenvolvimento do corpo, espírito e do intelecto. A falta de emoção ou a  dificuldade de entender as próprias emoções prejudicam o desenvolvimento da afetividade. 
Segundo Henri Wallon (1879 - 1962), médico, filósofo e psicólogo, " a afetividade e a inteligência constituem um par inseparável na evolução psíquica". 
Não devemos, portanto, centrar nossos esforços apenas no desenvolvimento intelectual de nossos jovens, mas sim também no desenvolvimento afetivo, no enriquecimento dos relacionamentos.

Ensinar com amor e dedicação gera uma semente de fraternidade e empatia ao próximo, como orientadores somos responsáveis pela descoberta do ser, como sociedade  temos a responsabilidade de gerar vidas capacitadas à enfrentar as dificuldades com confiança nelas mesmas. Que esse ano que se aproxima seja a semente da fraternidade entre os homens e que nós educadores sejamos o adubo para essa futura floresta.
O amor constrói homens de bom caráter e boa sombra para os exaustos.
Assim desejo para 2011.
Mirza SAS.



sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

DIA MUNDIAL DE COMBATE Á AIDS

Aids e terapias alternativas


É celebrado, nessa quarta-feira (01/12), o Dia Mundial de Combate à Aids. Segundo o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), atualmente existem cerca de 33 milhões de pessoas infectadas no mundo. Como a Aids ataca principalmente o sistema imunológico, as terapias alternativas podem ser importantes aliadas no tratamento da doença. Além de ajudar a fortalecer as defesas do organismo, podem recuperar a vitalidade e até combater o sentimento de medo e rejeição, algumas vezes despertados nos portadores.

De acordo com a terapeuta holística Solange Lima, as técnicas mais indicadas para pessoas soropositivas são as vibracionais, ou seja, aquelas que exigem o mínimo de interferência fisiológica. Alguns exemplos de métodos que podem ser utilizados são a Cromoterapia, que utiliza a aplicação terapêutica das cores, a Aromaterapia, que trabalha com óleos essenciais, ou o Reiki, que energiza o corpo por meio do toque das mãos. "Uma sessão de Reiki pode ser aliada ao poder das cores, trazendo equilíbrio físico, mental e emocional", explica.

No entanto, a naturóloga Kátia Leite acredita que o uso de métodos alternativos em pacientes soropositivos deve levar em consideração o grau de manifestação da doença. O portador de HIV pode se beneficiar de todas as terapias, desde que receba os devidos cuidados. "Antes de fazer um tratamento com medicamentos fitoterápicos, por exemplo, é preciso ter certeza de que não haverá nenhuma interação negativa com os remédios tradicionais que a pessoa ingere. Já aplicação da massoterapia pode ficar mais restrita para quem apresenta problemas de pele", ensina.
Além disso, exercícios respiratórios, meditativos e práticas corporais também auxiliam a pessoa a viver de modo mais equilibrado e saudável. 

"Hoje é possível conviver com a Aids sem uma expectativa de dor e sofrimento, mas sim de respeito aos limites, dedicação e cuidado. É possível ser um soropositivo equilibrado e feliz, da mesma forma que tantos diabéticos que convivem saudavelmente com a doença", (Kátia Leite).